Exposição in visível

exposições / graffiti

Por meio de diferentes formas de expressão artística, que vão desde o graffiti até a fotografia e a escultura, o visitante é convidado a enxergar as pessoas em situação de rua, antes de tudo como semelhantes, seres humanos com aspirações, defeitos e qualidades, que lutam diariamente por sua sobrevivência e pela garantia de seus direitos.

Com cuidadoria Imargem, o trabalho foi feito, em 2013, em conjunto de pessoas em situação de rua e dez artistas urbanos: Alexandre Puga, André Bueno,Beto Silva, Enivo, Helder Holiveira, Jerry Batista, Mauro Neri da Silva, Michel Onguer, Raul Zito e Wellington Neri, durante um evento “Dialogo SPDH/PopRua: Uma conversa direta dando voz à PopRua”, realizado pela Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo, por meio da Coordenação de Políticas para População em Situação de Rua.