Encontro Niggaz

articulação / graffiti / murais

De 2004 a 2014 foram realizados encontros anuais de artistas em prol da memória de Alexandre da Hora, o Niggaz, falecido em Maio de 2003 aos 21 anos. Era um percussor do Graffiti no Grajaú, influenciou muitos outros artistas de sua região e geração, assim como de outros lugares da cidade, onde grafitou suas inúmeras obras.

O encontro acontecia em longos muros das comunidades do Grajaú e contou com a participação de aproximadamente 1000 artistas da cidade de São Paulo, com representações de grafiteiros de outros estados brasileiros e estrangeiros.